Mobiliário do periodo D. João V e D. José na colecção da Casa-Museu Medeiros e Almeida

Carvalho, Cristina

Mestre em Artes Decorativas, Licenciada em Ciências Históricas, Conservadora da Casa-Museu Medeiros e Almeida. Lisboa, Portugal
cristina.carvalho@casa-museumedeirosealmeida.pt

Etiquetas/Tags: Tipologías, Técnicas artísticas, Materialidad, Catalogación, Relaciones estéticas

Abstract: The decorative art collection created by the Portuguese businessman António Medeiros e Almeida includes Chinese ceramics, silverware, textiles, clocks, painting, sculpture, fans and furniture. The purpose of this paper is to present some of the Portuguese furniture pieces that are part of it, namely, those from the period of the Kings John V and Joseph I. From the 1st period, there’s a pair of exuberant baroque walnut commodes with marble top, adorned by gilded carved decoration. Different sorts of pieces correspond to the rule of Joseph I: a walnut bureau, a four top table, a day bed, a pier table in lignum vitae and several sitting pieces. A prominent period in the Portuguese production of furniture, the Casa-Museu group of pieces is representative of the excellent aesthetic and technical quality achieved in this period, which often crosses the exotic wood from Brazil with the Portuguese taste for carved wood, following rococo aesthetics.

A colecção de artes decorativas criada por António Medeiros e Almeida (1895-1986), ao longo da sua vida, é constituída por um eclético acervo que inclui cerâmica da China, têxteis, pratas, relógios, pintura, escultura, leques e mobiliário.

Medeiros e Almeida foi um empresário, colecionador e filantropo português, que, em 1972, legou ao país toda a sua coleção, criando uma Casa-Museu, em Lisboa, gerida por uma fundação com o seu nome.

Nesta apresentação, pretendemos dar a conhecer algumas das peças de mobiliário português que a integram, nomeadamente as do período dos reis D. João V (r. 1706- 1750) e D. José I (r. 1750-1777).

Do primeiro período, possui o acervo, um par de cómodas de formas acentuadamente ondulantes, em nogueira com decoração entalhada e dourada e tampo de mármore, que reflete as exuberantes características barrocas do mobiliário português do reinado do Magnânimo, no qual as influências francesas, inglesas, mas também de Roma, estiveram sempre presentes. Transpostas para uma realidade em menor escala, não deixaram, contudo, de ser monumentais no exagero das formas recorrendo à decoração em talha volumosa frequentemente dourada, refletindo desta forma a ostentação, característica das elites neste período. Do tempo do D. José, integram a colecção exemplares diversificados: uma papeleira em nogueira, uma mesa de 4 tampos, uma espreguiçadeira, uma mesa de encostar, variadas tipologias de móveis de assento e ainda um par de mesas de centro, todos em pau-santo. Época de relevo na produção nacional de mobiliário, o grupo de peças da Casa-Museu é representativo da excelente qualidade estética e técnica atingida neste período, o qual tantas vezes cruza a madeira exótica chegada do Brasil com o gosto nacional da madeira entalhada, agora pouco profunda e seguindo padrões estéticos rococó em que as formas se contraem, desaparecendo o excesso de volumes e ondulações acentuadas. Esta evolução do gosto no mobiliário não surge isolado, integra um contexto artístico que agrega a representação no azulejo, na escultura, em particular a de madeira em talha dourada que em Portugal assumiu um papel de destaque, e, ainda, a escultura em pedra e a pintura. Por outro lado, as características formais das peças de mobiliário não estão isentas de influências francesas e inglesas, reflexo cultural, mas também de relações diplomáticas e económicas.

Dar a conhecer estes dois períodos de excelência na produção de mobiliário português através das peças do acervo da Casa-Museu Medeiros e Almeida é o objectivo desta comunicação.

 

Compartir:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

PREGúNTANOS!

Si desea obtener más información sobre el III Congreso Iberoamericano de Historia del Mueble 2020-2021, no dude a ponerse en contacto con nosotros. Estaremos encantados de atenderle.